sábado, 21 de maio de 2011

Das Estações

E de repente o dia é longo demais e nublado o bastante. Não chove, não faz frio, mas sabemos que há um desconforto. Talvez porque falta aqueles brilhos bonitos de fim de tarde, ou o frescor das manhãs mais alegres. Acho que a cama fica pequena com tanta gente se aquecendo de um calor estranho e fútil, eu não caibo e me irrito, faz frio aqui embaixo do carpete, aquele que escondemos as sujeiras mal varridas. E não adianta simplesmente dizer: - Adapte-se. Não sou camaleão, muito menos hipócrita pra fingir que não existe indiferença.




É inverno na nossa estação.

2 comentários:

Heroizin disse...

É inverno!

Thaisinha... disse...

e como fazem criar textos esses invernos.
-